quarta-feira, 30 de julho de 2008

...

E quando pensamos que está tudo resolvido... tudo bem calcadinho, bem arrumadinho lá no fundo... Pronto, há situações que nos desarrumam a "loja"... tudo volta ao cimo! Afinal nada estava resolvido... fica-se estupidamente nervoso...
Bolas... Só me apetece dizer asneiras.
Quando é que eu conseguirei mandar em mim? E no que sinto? Afinal somos ou não donos de nós próprios?

...que merda... (desculpem lá)

Os sonhos...

Esta noite sonhei com um cliente da loja... Até foi um sonho engraçado, embora não perceba porque sonhei com o jovem...

... hoje apareceu-me lá na loja... E eu a pensar: Olha! Hoje sonhei contigo!!! LOL, e só me deu vontade de rir...

Que estupidez... Não percebo por que é que se sonha com pessoas que não têm nada a ver connosco...

É como naquelas noites em que nos deitamos e pensamos: Quem me dera sonhar com uma coisa mesmo boa!!! E depois acordamos e nem se quer nos lembramos do sonho...

Começo a ficar preocupada com o meu subconsciente!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Para rir #1 (vá lá…)

Um rato fugia de um gato e nisto consegue meter-se num buraco, deixando o gato lá fora a miar, a miar, a miar…
No entanto, passado um bocado o rato deixa de ouvir o gato.
Estou livre, pensou. E começa a ouvir ladrar… Estou mesmo livre!!!
E sai cá para fora, sendo imediatamente apanhado pelo gato!
Indignado o rato pergunta ao gato:
- Então? Mas eu ouvi ladrar? Pensei que te tinhas ido embora!
Ao que o gato responde:
- Meu amigo, neste mundo, quem não falar dois idiomas não se safa!

domingo, 27 de julho de 2008

pensamento #1 (cont.)

... e no entanto tudo se resume a algo muito simples: quem gosta fica, quem gosta espera, quem gosta aceita-nos, tal como somos... E é capaz de fazer de cada momento algo especial... Algo bom, algo único... Deixa-nos partilhar e compreende-nos... Escuta o silêncio, onde muito pode ser dito, e a felicidade se partilha num abraço...
É assim que vejo as coisas... tanto faz "correr como saltar"... O que vem cá de dentro tem de ser verdadeiro... Nem pode ser de outra forma... Não adianta enganarmo-nos...

Quando chegar o momento, saberei...

Utopias? Talvez... Mas gosto de acreditar que será possível!

pensamento #1

“Para compreender as pessoas devo tentar escutar o que elas não dizem, o que elas talvez nunca venham a dizer.”

John Powell

Esta frase, que descobri aqui, veio ao encontro de muito do que eu penso... e de muito do que está por detrás das atitudes que tomamos, que tomei, que tomo... Atitudes essas que muitas vezes não refletem realmente o que sentimos, porque o momento nos "paralisa", porque as circunstâncias não nos deixam mostrar realmente como somos, porque temos medo de perder esses momentos, essas pessoas, o controlo...

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Ainda o Porto...

Não deu para falar muito com as pessoas (infelizmente)... Mas deixo aqui um conselho que uma senhora do Porto me deu.
Enquanto eu estava em S. Bento à espera de umas amigas, um casal dos seus 60 e tais (sou péssima a dar idades) sentou-se ao pé de mim... Quando o senhor, por um motivo qualquer, se ausentou vira-se a senhora para mim, muito de repente:

- Menina... Não se case! É casada?
- Não...
- Então, não se case...


Isto só me fez lembrar os conselhos da minha mãe...

Fui ao Porto...

... e gostei!
Viagem relâmpago, mas que já serviu para ver muita coisa!!! Pois é... Não conhecia o Porto (só Serralves, Palácio da Bolsa, Palácio de Cristal) e agora vou lá voltar para conhecer ainda mais... Sobretudo o interior dos monumentos, pois só deu para ver as fachadas!!! E a paisagem! Aqui fica uma pequenina amostra...






(Clérigos, S. Bento, Vista para o Palácio da Bolsa e Ig. S. Francisco, Igreja dos Grilos, Ponte... de S. Luís ?)

Eu gosto muito de passear... as minhas pernas é que se ficaram a queixar, mas com elas posso eu bem (por enquanto)!



terça-feira, 22 de julho de 2008

Estágios Profissionais - mito ou realidade???

Recebi hoje mesmo outra resposta "negativa" a candidatura a estágio profissional que fiz! Motivo: não estou desempregada! Mas também não estou empregada em nada que esteja relacionado com a minha área... Trabalhar numa loja não é propriamente o meu sonho de vida... Nem foi para isso que andei a estudar 17 anos da minha vida (4+5+3+5)... A receber o que se sabe... Mas isso é o prato do dia, infelizmente e já todos sabemos disso... O que me chateia nestes estágios profissionais é que na maioria deles, senão em todos, um dos requisitos fundamentais é estar desempregado. Pois bem, a abertura deste tipo de estágios (PEPAL) faz-se sobretudo no primeiro trimestre/semestre do ano... Conclusão: se não consegui nada... Vou ficar o resto do ano de papo para o ar, à espera de novas candidaturas... Ou então, despedir-me, de cada vez que me candidato a algo do género... Atendendo ao facto da maior parte destes estágios já ter destinatário definido, mas ser obrigatório apresentarem uma candidatura pública (incutindo falsas esperanças em quem - ainda - as tem, que é o meu caso)...

Luta-se por 9 ou 12 meses de trabalho, recebendo 2 SMN, procurando ganhar alguma experiência, e entrar assim, gradualmente no mercado de trabalho...

É irónico... Mas pelo menos tentei e isto sempre serve para me calar a consciência...

quinta-feira, 17 de julho de 2008

The Dog, the Cat and the Rat

video

Se eles conseguem, porque não haveremos nós de conseguir também?

Tão mesmo fofinhos... Cutchi, cutchi...

quarta-feira, 16 de julho de 2008

O que me faz falta...

Ando inquieta... Cansada... Triste, querendo parecer feliz... Sinto que muito me escapa entre os dedos... Quero fazer uma coisa e acabo por fazer outra... Quero planear bem o meu trabalho e acaba por tudo correr ao contrário... Ando a canalizar mal as minhas energias... Preciso urgentemente de momentos novos, pessoas novas, novos objectivos... Ando aqui às "cambalhotas", sem um rumo definido... A "boa menina" que já fui ou tentei ser anda a esmorecer... Preciso de recompensas (emocionais)... Preciso de deixar para trás estes pensamentos "off"... Preciso de continuar a dar valor ao que tenho...

Preciso um abraço...

terça-feira, 15 de julho de 2008

Pois é...

... Ando para aqui a "espiolhar" os blogues alheios e depois quando chega a altura de escrever no meu, dá-me o sono...

E assim se passa o tempo e não se faz nada de jeito... Vou mas é domir que amanhã é um grande dia de "pica boi"...

Sonhos a cores... ;)

domingo, 13 de julho de 2008

Dias simples...

... momentos especiais! Soube muito bem!...

E aprendi mais um bocadinho a aceitar-me como sou! :)

sexta-feira, 11 de julho de 2008

O que aí vem...

Espera-se um fim-de-semana diferente!!! Como há muito tempo não tenho e que de há uns tempos para cá decidi começar a ter... Fazem-me falta estes momentos de descontracção, de paz, de parvoíce...

Amigos, praia, sol (segundo as previsões será um fim-de-semana de Verão fantástico)...

Que bom! Só de pensar já fico... ai, ai...

Já agora, um bom fim-de-semana pour tous...

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Uma questão de perspectiva I

Estar encalhado

Há uns tempos, numa conversa com uma amiga, veio à baila a expressão “estar encalhado”. O meu primeiro pensamento foi: “estar encalhado é ter namorado”… (E se pensarmos bem, até poderá ser! Quando se pensa naquelas relações que têm tudo menos o que devem ter… Estar junto, para não se estar sozinho… Parecem-me uma grande forma de estar encalhado…)

Até que pensei… Não, Eva… Estar encalhado é estar sozinho! Pois é…

Mas de facto ainda tenho de pensar um bocado quando ouço essa expressão, para lhe atribuir o significado “correcto”… Porque será?

Prometo...

... que amanhã irei escrever aqui alguma coisa! E muito tenho para escrever!!! Tanto, tanto, tanto, que nem sei por onde começar!...

Isto de começar a adiar as coisas não é um bom indício, não, não!

Eva, Eva!!!

terça-feira, 8 de julho de 2008

A Grande Dádiva!




Nem sempre a vida nos dá aquilo que ambicionamos nem o que julgamos melhor para nós...


Nem sempre as coisas correm bem... Nem sempre conseguimos ver o que está diante dos nossos olhos...


Também eu sofro desse mal. Desses momentos em que penso e pergunto quando é que as coisas vão mudar, quando é que chegará a minha vez, quando, quando, quando... A espera permanece e os dias passam...
Olho à minha volta e as coisas acontecem... aos outros (e fico muito feliz por isso!)...


Pelo menos sei que é possível ACONTECER...


Mas sinto que a minha vez há-de chegar... Ou que a minha vez vai chegando aos poucos...
Para o conseguir, tenho simplesmente de DEIXAR ACONTECER... Aprender a confiar... Deixar-me levar... perder este medo estúpido... investir... chegar-me à frente… ARRISCAR...

A minha vez há-de chegar.... Por algum motivo terei um novo dia para estrear a cada manhã... Para tentar fazer diferente!

sábado, 5 de julho de 2008

E...



Já sei pôr imagens... isto está cada vez melhor!

o porquê...

... de ter um blogue simples.

Poderia fazer aqui uma longa lista de motivos, mas, acontece que nem eu sei bem... ou se calhar até sei, mas não quero dizer! Eh, eh! Irónico não! É que sou mesmo muito tímida! Mas se eu conseguir alcançar o que pretendo (que pode ser muita coisa!), depois poderei levantar um pouco mais o véu...

Mas para já, posso dizer que espero que seja um desafio. Vou pôr-me à prova!... E espero aprender muito com ele e... comigo. E com quem por cá aparecer!*

* Isto, se não se puserem logo a milhas... Mas fica aqui um conselho: Não negue à partida um blogue que desconhece ;)

sexta-feira, 4 de julho de 2008

help... tenho um blog!

Tenho um blog!
Sinto-me crescida! Sinto-me feliz...
Sinto-me aflita! E agora? O que é que vou fazer com ele?
Realmente, quando não se tem trabalho, inventa-se...
Mas parece-me que sou livre para fazer o que quiser e bem me apetecer!... Ainda não tinha pensado muito bem nisso... e a ideia agrada-me!

o nome...

Bem... a primeira etapa está cumprida!!! Consegui dar um nome ao blogue! Levou tempo, mas consegui escolher um endereço que ainda não existia!!! Realmente, se uma pessoa não se despacha só fica com os restos...
Só espero que dar um nome a um filho não seja tão difícil...