quinta-feira, 30 de outubro de 2008

A leste...

... do Paraíso (logo eu, que devia estar mesmo no paraíso, mas enfim... nem vou por aí)...

Como o título do post indica, ando ausente. Pela primeira vez desde que tenho o blogue, não me apetece escrever. E senti que preciso de me afastar um pouco. Mas é um afastamento temporário, assim o espero. Porque, como leio muitas vezes, faço falta cá fora, no mundo... E eu sei que sou muito mais importante do que julgo (não me pensem "convencida", porque isto é para eu me convencer a mim :)

Ando com mais trabalho, o que é bom. Há muito tempo que não andava com este ritmo que basicamente é: trabalhar de manhã, em casa (e fazer o máximo que consigo, por causa de prazos) e à tarde/noite na loja, que ocupa fins-de-semana, feriados e agora, com a aproximação do Natal, começa a ser uma doideira :S
Mas enfim. É apenas uma fase... E como se diz "Depois da tempestade vem a bonança"...

Desculpem a ausência... Virei sempre que me sentir disposta :)

Venham também!

E muita inspiração nas vossas escritas :)

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Constatei agora que...

... tenho 652 mensagens de mail por ler...

Onde é que eu tenho andado?

domingo, 26 de outubro de 2008

1...

2...
3...
4...
5...
6...
7...
8...
9...
10.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Muitas emoções :)

Diria que estes últimos dias têm sido para mim muito emocionantes!
E quando fico "emocionada" desta forma, quer no campo blogosférico, quer no campo pessoal... ou melhor, profissional, fico "stressada". E eu até sou bastante calma, mas enfim...

Ando atarefada e com menos tempo... Mas não queria deixar de agradecer aos meus queridos leitores! A sério! Sinto-me muito contente por ter quem me leia...

E o que escrevo vem mesmo cá de dentro... E é simples, como eu!
(Mesmo que por vezes não pareça, eheh!)

Mas sobretudo, tem de ser escrito com calma!

Por isso, a seu tempo, irei agradecer convenientemente o prémio que recebi... O primeiro!!!! E fazer o discurso. Sim, porque estas coisas assim o exigem, eheh. Obrigada gajo qualquer...

E uma palavra de apreço a todos os que me visitam, porque são muito importantes!

E vou terminar, por agora, com as palavras lamechas... *

Beijinhos, beijinhos!!!


* Credo! Devo ter comido algo que me fez mal para estar aqui a escrever estas coisas...

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Lição de vida - 1

É algo que aprendi a fazer há algum tempo... Bastante tempo até.
E pode ser divertido, acreditem!

Quando a vida anda às cambalhotas, quando damos cambalhotas e tudo parece uma anedota...
O melhor mesmo é rirmos de nós próprios!
Tudo porque rir faz bem... E vem de um hábito. Não digo que andemos a rir às gargalhadas, mas rir por dentro é também muito bom...

Mas pessoalmente, acho que ainda me falta rir mais um bocado. Porque não sei se é falta de hábito, ou se é mesmo assim, mas quando me rio muito, ficam-me a doer os maxilares e o abdómem...

E agora estou-me a rir do que estou para aqui a escrever...
E ainda bem :D

Lições de Vida

Já ando por aqui há uns mesinhos... E posso dizer que já aprendi algumas coisinhas, eheh!
Por isso mesmo, vou abrir hoje mesmo uma nova "rubrica" de posts: Lições de Vida.

Nela vou escrever as coisas que vou aprendendo por onde passo, e até coisas que sempre soube, ou já aprendi há muito tempo. Coisas que poderei reler mais tarde e talvez me façam ver a luz em momentos "obscuros" da vida! Sim... porque uma coisa que eu sei e que tenho mais certo é precisamente que há momentos de luz e momentos de escuridão. E não adianta fugir, porque eles perseguem-nos... Ah, pois é!

Espero que estas pequenas lições também possam servir a alguém. Muitas delas podem ser repetidas mas, muitas vezes, há que repetir bem as matérias para que fiquem bem apreendidas!

Então? Bora lá?

:)

domingo, 19 de outubro de 2008

Ensinamentos para a vida!

Não há perguntas estúpidas. O que pode haver são respostas estúpidas!*


Eis o meu lema!
E agradeço imenso ao professor de faculdade que disse isto! Nunca me esqueci e é o que me vale quando, digamos, a minha capacidade de compreensão anda lenta. O que acontece raramente :) Mas nunca se sabe, pelo sim, pelo não...

* Isto relativamente à inibição de pedir esclarecimentos nas aulas! Porque se estivermos a falar de respostas em exames... nesses casos a estupidez pode ser mais evidente, quer nas perguntas, quer nas respostas. Mas, cada caso é um caso! :P

Era suposto hoje vir cá escrever outra coisa mas, digamos que os pensamentos andam a marinar...
Quando estiverem prontos, sairá outra fornada de ideias simplesmente geniais (e alternativas)
:P

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Pensamento #2 (cont.)

No seguimento de um post anterior...

"Sem ter defesas, que me façam falhar..."
Mafalda Veiga
É irónico, como as defesas nos podem fazer falhar tanto.
Ou pensar que se falha.
Não garanto, nem nunca saberei se o modo como reajo a determinadas situações tão banais do dia-a-dia é, de facto, determinante para a minha situação actual. Mas acredito que sim, poderá ser. O ser "certinha", mesmo sem querer. O sentir-me "presa" a mim. E, inevitavelmente, à ideia pré concebida de que é pouco provável. O medo de responsabilidades? De desilusões? E ao mesmo tempo, o pânico ao imaginar que nunca será.
Tudo defesas... que não ajudam. E que tão bem fazem errar...
Porque se pode querer muito uma coisa mas, ao mesmo tempo, tudo o que se faz, induzir o contrário.
Mas no fundo eu sei que a resposta está mesmo em mim. Cá dentro.
E de acordo com o que já referi anteriormente, só quando uma pessoa se sente bem consigo, só aí se sente merecedora da estima dos outros, e anseia, finalmente, por voos mais altos.
Só nessa altura, se poderá tirar o "nevoeiro" dos olhos e ver os olhos dos outros. O que é belo e bonito e, quem sabe, tenhamos o privilégio de um dia vir a conhecer.

Contradições...

Posso estar muito enganada, porque afinal de contas, não percebo muito destas coisas, e estou aqui para aprender, mas uma coisa parece-me certa:

O modo como um homem termina uma relação, parece-me ser uma das provas fundamentais se será ou não a pessoa ideal.

Contraditório, não? No entanto, parece-me que será dessa forma que se avalia conscientemente se se está, ou não, perante uma pessoa com determinados valores, que na minha opinião são muito importantes.

Eu baseei-me neste post. De facto são mesmo tangas e até me fazem impressão, mas revelam muito da pessoa que as diz, e se calhar não devem ser levadas a sério. Mas também acho que há coisas com que não se deve brincar.

Se quiserem dar a vossa opinião! Força nisso!
Pode haver coisas que eu não esteja realmente a ver!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Amo-te

Ontem tive o privilégio de conhecer a minha linda, linda, linda sobrinha.
Sou oficialmente tritia. E ainda me parece mentira. Estou tão feliz e ao mesmo tempo tão aliviada por tudo ter corrido bem.
E já tenho saudades da minha fofinha.
É mágico. Uma sensação única, que nem tenho grandes palavras para conseguir descrever.

Espero que cresças, sempre forte e saudável. Feliz!
A tua tia gosta e vai sempre gostar muito, muito, muito de ti!
E vamos brincar muito. Tu, a tua mana e o teu primo!

O maior beijinho do Mundo, com todo o meu Amor :)


(Tenho uns irmãos fantásticos! E umas cunhadas também!)

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Pensamento #4

Doido é quem tem excesso de juízo.

Ouvi, agora mesmo, no Rádio Clube, no programa O Elogio da Loucura
Eu nunca tinha pensado nisto, mas até faz o seu sentido.
E a análise rápida que faço, é que sou "doida", de todos os pontos de vista! :P

É mais forte que eu...


Eu tentei, mas não resisto. Não consigo. É mais forte que eu...

Mas friso aqui que não sou nada adepta deste tipo de coisas... Deste tipo de cusquices, ainda menos publicamente. Mas nas circunstâncias em que estou, e pelo que já "sofri", aqui vai.

Quando andei na faculdade também tive daqueles professores maus, monstros, terríficos. Aqueles professores que não têm vida pessoal, que a vida é o trabalho, e que pensam que todos têm de ser assim.

Nomeadamente uma professora. Excelente profissional, um trabalho excelente, mas que quando toca a falar com as pessoas, nomeadamente com os alunos, lhe falta bastante escola, digamos assim. E nos tratava mal.
E quando penso nela ainda fico ~$#%#"#!/&

Agora, quando estive a falar com colegas meus, descobri o nome de código pelo qual é tratada.
BERINGELA

ah, ah, ah

Claro que é uma alcunha com muito contexto, e que quem a conhece, percebe perfeitamente.

E pronto. Já estou mais leve. A vingança vai surgindo aos poucos, mesmo que a professora nunca se aperceba disso, mas enfim! Fico feliz... Nem entendo bem porquê.

Na realidade, através dela aprendi muito! E é ela que faz mexer muita coisa na minha área (ou quase), e deixo ao mesmo tempo a minha consideração. Porque de certo modo, entendo-a. E acredito que deve ser uma pessoa muito infeliz.

Mas agora, sempre que falar nela, acho que a imagem da beringela nunca me irá sair da cabeça...
eheheh... às vezes gosto de ser mazinha!
Mesmo que fique cheia de problemas de consciência!

sábado, 11 de outubro de 2008

teorias do amor... (versão 109827453728746527)

Tenho lido alguns posts por aí que muito falam das características que mulheres e homens devem, ou deveriam ter, para agradar ao sexo oposto, e serem possíveis parceiros de uma vida (situação cada vez mais utópica, me parece). E sobre isso só digo que fico completamente enjoada. Especialmente hoje, que devo estar rabugenta e com falta de dormir...
Ora bolas para isto tudo. Por mais "perfeito" que se seja nunca se vai agradar completamente ao outro... Algo falta sempre. É por estas e por outras que mantenho aquilo que sempre pensei. E é por estas e por outras que não hei-de mudar a minha maneira de ser para agradar seja a quem for. E quero lá saber o que os outros pensam... Chamem-me o que quiserem. E na verdade, se há coisas em que sou realmente teimosa. Esta é uma delas.
Bolas. Uma relação amorosa deve mesmo ser das coisas mais complexas que existem. Mas poderia perfeitamente não ser se, na realidade, o amar fosse mesmo isso. Estimar. Gostar. Amar. E sobretudo: Respeitar.

E eis um post com muito pouco de razoável, cheio de lacunas, e "imperfeições"...
É o meu "monstro" interior a mostrar a sua ira... em relação a coisas que não consigo controlar.

Hum...

Porque é que o que eu gostaria que fizesse sentido, na realidade não faz sentido nenhum?

Pensamento #3

Um romance transforma uma pessoa numa "alma" com rosto.



in Tudo o que o Amor não é, Eduardo Sá

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Desilusões de Pastel...



Já lá vão uns anos desde que apanhei a maior desilusão da minha vida!
Foi quando fui estudar para Lisboa. Nessa altura, muita coisa era nova para mim! Uma cidade grande, um curso superior, numa escola de gente crescida! Uma vida independente! Que festa!
Mas foi também nesta época de euforia e expectativa que as desilusões começaram a surgir!
Nomeadamente esta, que se prende com pastéis.
Eu sempre tinha ouvido falar em pastéis de Belém e pensava: Bem! Eu não conheço! Deve ser um doce muito fora de série...
Ora, qual não foi o meu espanto quando soube que um pastel de Belém era a mesma coisa que um pastel de nata. Mas lá se comeram os de Belém... Mas a verdade é que eu sempre gostei mais dos pastéis de nata. Mas pronto. É da capital, é fino e tal :P Aceitei.
Agora que acabo de fazer este post, acabo de ter outra desilusão: Afinal um pastel de Belém parece ser feito com leite condensado e não com nata. Pelo menos é o que diz a receita.
Ora bolas... Tanto tempo a interiorizar uma ideia que afinal não é verdade. Na realidade já nem sei o que é verdade ou não... o melhor mesmo é ir fazer uma pesquisa exaustiva sobre o assunto em vez de estar aqui a gastar o meu latim e o tempo dos outros. E é isso mesmo que vou fazer. Literalmente.

Amanhã...

Pastéis de Belém, ou seja lá o que forem... Não me vão escapar!


imagem e receita daqui

Desafio simples!!!

Hoje decidi apresentar um desafio à blogosfera!

Foi uma coisa que aprendi com o meu professor de Ciências da Natureza, quando andava no 5ºano... Já lá vão uns 15 anos! Mas nunca me esqueci! Esta cabeça só selecciona determinadas informações...

Então o que proponho é que escrevam água quente com 6 palitos:



Não é muito difícil! Basta puxar pela imaginação! Ah, agarrar num palito e escrever água quente, não conta! Têm de se usar os palitos todos!

Daqui a uns dias, apresentarei a resposta! Todas as sugestões são bem-vindas!

E vai haver prémio para o ou os vencedores! E não aceito subornos para dar dicas!



E agora, cá para nós, o que uma pessoa tem de fazer para tentar subir as audiências! Ai, ai... De qualquer modo, se não gostarem da "brincadeira", aconselho que se dirijam directamente ao meu professor de Ciências! Eu, lavo daqui as minhas mãos! :P

domingo, 5 de outubro de 2008

Apetece-me escrever...

Ora, num post lá atrás referi que a minha inspiração começava a ir para outras bandas!
Ora bem, de facto, não sei se será a inspiração, mas o tempo vai começar a ser gerido de outra forma! A verdade é que depois de bater em 1487, e mais algumas, portas à procura de trabalho na minha área, sem encontrar perspectivas por aí além... Se abre uma porta onde não fui propriamente bater! É. A vida é mesmo assim e gosta de brincar connosco. E é de uma imaginação incrível, pois vai sempre buscar coisas em que não tinhamos pensado!
De qualquer modo, esta foi uma óptima notícia! Apesar de ser trabalho, é muito importante para me devolver a motivação, que se estava a desvanecer. (E, acreditem... perder a motivação é das piores coisas, porque tudo começa a perder o sentido...) Preciso de desafios que me obriguem a puxar por mim e a dar o meu melhor. A responsabilidade é grande, mas pode acarretar grandes regalias, especialmente a nível de divulgação do trabalho que faço! E além disso, vai ser um trabalho mais acompanhado, que na minha área acaba por ser essencial (só não digo a área que é porque não quero ser descoberta, e somos tão poucos, que isso seria certamente possível... quem quiser saber, pergunte pelo e-mail do blogue). Agora, só espero que corra bem :)
E depois deste trabalho, com uns dinheirinhos extra... a minha vida vai mudar... ai vai, vai!
Quero fazer uma experiência e pôr-me à prova! A ver do que é que sou capaz! Estive tempo demais "adormecida"! Uma fase que teve, certamente, a sua importância no meu caminho... Mas quero sair do "patamar" e continuar a subir a "escada"!

E vou conseguir :)

Vacances!!!

15 DIAS... seguidos!!!

MARAVILHA!

Ora bem... Oficialmente começaram hoje as férias!

Ainda não sei bem o que vou fazer, mas prende-se com:
- trabalhar muito no meu second job (que devia ser first job);
- ir matar saudades a Lisboa;
- talvez acabar o livro que ando a ler;
- arrumar o escritório;
- arrumar o quarto;
- arrumar a cabeça... e...

e...

... e descansar?!!!


E ainda... lavar o carro... É que nunca mais chove!!! :P :P :P

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Estou a começar...

... a ficar stressada!

É que já não estava habituada! E agora o choque é maior!

Para descomprimir, aqui fica... para ver ou recordar! :D

video